"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Série: Nomes que fizeram/fazem a Stock Car Brasil - parte 2


Continuando a série sobre pilotos que deixaram seu nome na história da Stock Car, trago mais dois nomes à apreciação dos leitores: Adalberto Jardim e Xandy Negrão.

Adalberto Jardim: O paulista Adalberto Jardim (01/07/1958) foi um dos pilotos mais combativos da Stock Car por várias temporadas, sempre brigando pelas primeiras posições, mas de forma limpa e correta. Estreou na categoria em 1984 (lutando contra as dificuldades do baixo orçamento) e disputou 19 temporadas até 2005, quando no ano seguinte tentou e não conseguiu a classificação para a 1ª etapa (disputada em Interlagos) e resolveu se transferir para a Fórmula Truck, categoria esta que já conhecia. Ainda disputou a 2ª etapa da Stock em 2006, realizada em Curitiba, sem resultado expressivo. Sua melhor colocação em campeonato foi o vice de 1993, último ano em que a Stock utilizou o Opala. Nesta temporada, chegou à última etapa com possibilidades de ser campeão, mas o título acabou ficando com a dupla Ingo Hoffmann/Ângelo Giombelli. Ainda, foi o primeiro piloto a vencer uma corrida da Stock disputada em anel externo. Isso se deu na 5ª etapa da temporada de 1991, disputada no dia 15 de setembro no autódromo de Brasília¹. Os números de Jardim são os seguintes:

Vitórias: 14
Poles: 14
Pódios: 48
Melhores Voltas: 8
Temporadas: 19, entre 1984 e 2005
Corridas disputadas: 247
Melhor resultado no campeonato: Vice em 1993




Na frente em corrida no saudoso Jacarepaguá, em 1995

Temporada de 2002, seguido por Alceu Feldmann e Beto Giorgi
Puxando o comboio em 1989
Em 2004, correndo em Londrina pela equipe de Amir Nasr
Com o Lancer em 2005

Alexandre Funari Negrão: Mais conhecido por Xandy Negrão (Campinas, 05 de maio de 1953), estreou na Stock Car em 1995, e logo na terceira etapa faturou a 1ª vitória. Por ser um empresário de muito sucesso, sempre teve bons esquemas de corrida à sua disposição, o que foi muito valioso para que ele conquistasse várias vitórias sobre feras com mais experiência na categoria, como Ingo Hoffmann, Chico Serra e Paulo Gomes. Negrão montou a equipe Medley-Mattheis, que venceu várias provas quando estava sob o seu comando, e após a sua aposentadoria das pistas, foi campeã da temporada de 2005 com Giuliano Losacco. Xandy foi ainda vice campeão em quatro oportunidades e se aposentou em 2003 (correu apenas 5 corridas nesta temporada) para se dedicar à carreira do filho, Xandinho Negrão, que em 2004 se sagraria campeão da Fórmula 3 Sulamericana.

Vitórias: 21
Poles: 25
Pódios: 59
Melhores voltas: 23
Temporadas: 1995 - 2003 (correu somente 5 corridas neste ano)
Melhor resultado no campeonato: Vice em 1995, 1996, 1997 e 1999



Tarumã, 1995, o palco da 1ª vitória na Stock

Jacarepaguá, 2002





1 - fonte: www.speedonline.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário