"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

domingo, 14 de dezembro de 2014

Vencedores das Mil Milhas - 2001


De volta a Interlagos, a Mil Milhas de 2001 teve como vencedor o Porsche 911 GT3 da equipe Stuttgart Sportscar, pilotado pelo quarteto Max Wilson/Flávio Trindade/André Lara Resende/Régis Schuch. Mas quem pensar que essa foi uma vitória fácil, dado o histórico do modelo na prova, está enganado. No final da tarde daquele 28 de janeiro de 2001, um temporal desabou por 2 horas e meia sobre a região de Interlagos, causando inundações nas instalações de boxes e cronometragem, além de "lavar" de lama e brita diversos pontos da pista (S do Senna, Junção, entre outros). Ainda, faltou luz no autódromo e o treino de aquecimento foi realizado com 2 horas e meia de atraso.

A largada, marcada para a meia noite, acabou sendo dada às 03h05min do domingo, após muito trabalho para limpar a pista (principalmente na curva Chico Landi) e organizar a casa. O pole, O Porsche nº 21 da equipe Stuttgart, adotou como estratégia não forçar o ritmo nas voltas iniciais, mesmo que isso implicasse na perda de posições. Isto porque a pista ainda estava suja e úmida, o que favorecia rodadas e batidas, que poderiam resultar em acidentes sérios. Mas com o passar do tempo a pista foi melhorando, e com mais aderência, o Porsche mostrou seu poder de fogo e conquistou a liderança, contando também com a quebra de vários concorrentes direitos (Piquet, Kanaan, Vitor Meira).

Quando os relógios marcavam 15 horas e 05 minutos do domingo, o Porsche cruzou a linha de chegada após completar 375 voltas, com 12 de vantagem para o então campeão Jair Bana, que correu em um Protótipo Aldee em dupla com Tino Vianna.


7 comentários:

  1. Assisti essa prova e fiquei impressionado com duas coisas naquele sábado: A chuva que caiu no autódromo e o ronco absurdamente maravilhoso desse Porsche!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Marco! Infelizmente não assisti essa prova, até porque na época tinha somente 09 anos de idade, mas pelas fotos que vi, São Pedro carregou na mão naquele dia, o temporal foi feio mesmo.

      Quanto ao ronco do motor Porsche, deve ter sido uma verdadeira sinfonia. Imagina o boxer 6 cilindros aspirado enchendo desde a junção até a reta dos boxes, emendando marcha! Coisa linda de se ouvir.

      Excluir
    2. Grande abraço e obrigado pelo seu comentário!

      Excluir
  2. Eu trabalhei nessa corrida....o nosso carro chegou em 3 na categoria e 5 na geral...aluciante....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo! Então você trabalhou na equipe do Renato Marlia, que correu com um protótipo?

      Excluir
  3. E tenho muitas fotos desse dia...e dos 500km do ano anterior tbm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, se você quiser dividir conosco, mande essas fotos para o meu e-mail e será um prazer publicá-las aqui no blog. Grande abraço!

      rsarmento3@gmail.com

      Excluir