"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

domingo, 17 de abril de 2016

Dieter Quester e as 1000 Milhas Brasileiras

O post de hoje é dedicado a falar sobre o Austríaco Dieter Quester, nascido em 30 de março de 1939, e que sem dúvida alguma, é um dos maiores pilotos de carros de turismo de todos os tempos. Sua longa carreira, iniciada em 1966 no Campeonato Austríaco de Carros de Turismo, é marcada pela estreita relação com carros da marca BMW, sendo inclusive que sua estreia em 1966 ocorreu ao volante de um BMW 1800. A chance na F1 não veio na forma como esperada, pois Dieter disputou apenas duas provas (em 1969 e 1974), sendo que largou somente na segunda oportunidade, terminando na 9ª colocação.

A verdade é que sua carreira de sucesso estava destinada aos carros de turismo, tanto que já participou de mais de 50 provas com duração de 24 horas, além de inúmeras outras de menor duração. Dentre as vitórias em provas longas, destacam-se o tricampeonato nas 24 horas de Spa (1973, 1986 e 1988) e o bicampeonato nas 24 horas de Dubai (2006 e 2007), sendo essas vitórias conquistadas com carros BMW.

E é claro que não poderia faltar em seu currículo a participação na mais tradicional prova do automobilismo brasileiro, a Mil Milhas. Dieter disputou a prova nos anos de 2004 e 2005, tendo alcançado em ambos a vitória em sua categoria, e até mesmo derrotado competidores muito mais fortes que sua BMW na classificação geral. O retrospecto nestas duas oportunidades é o seguinte:

Em 2004:

Companheiros de pilotagem: Philipp Peter (AUT)/Toto Wolf (AUT)/Klaus Engeholm (AUT)
Largada: 15º posição na geral, com 1min45s847, sendo pole na categoria II.
Chegada: 3º posição na geral, com 359 voltas e 1º na categoria.
Lideraram pela categoria II durante toda a prova, que teve chuva em grande parte de sua duração.

Em 2005:

Companheiros de pilotagem: Stefano Zonca (ITA)/Toto Wolf (AUT)/Karl Wendlinger (AUT)
Largada: 13º na geral, com 1min43s274, sendo pole na categoria ST
Chegada: 6º na geral, com 340 voltas e o 1º lugar na categoria.
Lideraram durante toda a duração da prova, exceto em parte da madrugada.

Cumpre destacar que suas participações na prova se deram a bordo de uma bela BMW M3 azul da equipe Duller Motorsport, cuja beleza era realçada pelas cores do patrocínio da Red Bull, que naquela época ainda não possuía equipe na F1.






4 comentários:

  1. Parabéns pelas postagens e comentários de uma prova espetacular que devia retornar ao calendário brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado José Carlos! Essa é a nossa torcida, afinal já são 08 anos sem Mil Milhas, e a verdade é que não se fala mais na prova, tamanha a confusão existente em relação a dívidas com fornecedores e uso do nome. Mas enfim, vamos torcer pelo regresso da maior prova de nosso automobilismo. Grande abraço!

      Excluir
  2. Parabéns pelo blog, muito bom, ótimas matérias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Denison! Seja bem vindo a este espaço!

      Excluir