"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

domingo, 10 de dezembro de 2017

O Maverick amarelo de Alexandre Costa


É certo que já falei sobre este carro aqui no blog em outra oportunidade. Mas carro forte e bonito merece repeteco, e mais ainda quando é um dos grandes nomes da arrancada de nosso país. Trata-se do Ford Maverick 1974 de Alexandre Costa, da cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro, que acelerou muito em nossas pistas no início da década passada.

O bólido possui preparação de primeira, com diversos componentes importados, como por exemplo, a suspensão Penske, além de esmerado trabalho nos componentes do motor (cabeçote e bloco), que faz render aproximados 700 cv no motor V8 302 aspirado, cuja cilindrada fora aumentada para 320. E se não bastasse tamanha potência, um kit nitro injetava mais alguns cavalos extra, ao ponto do carro marcar, no ano de 2005, o tempo de 9.335 nos 402 metros de Curitiba, quando disputava a categoria Estruturada (EST). Sem o nitro, o tempo subiu um pouco, ficando em 10.5 na Super Street Tração Traseira (SSTT).

Porém, a vitoriosa carreira do Maveco nas pistas fora interrompida na 4ª etapa do Campeonato Paranaense de 2005, quando um incêndio no motor causou grandes estragos no bólido. Mas, como uma verdadeira fênix, o V8 renasceu das cinzas ainda melhor, e após cerca de 03 anos, voltou à ativa, estando nos dias atuais devidamente guardado.








Nenhum comentário:

Postar um comentário