"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

A novidade da GM em 2004





A edição de 2004 da Mil Milhas de Interlagos teve como uma de suas curiosidade a estréia de um veículo flex nas pistas brasileiras e do mundo. Na época, o carro bi-combustível era uma novidade, lançada pouco mais de um ano antes pela Volkswagem com o Gol Total Flex.

Mas a General Motors decidiu inovar, inscrevendo para a disputa da 32ª Mil Milhas, três exemplares da então recém lançada Montana Flex Power, que substituiu a antiga Picape Corsa. As picapes - segmento que também debutava na prova - foram preparadas pela fábrica e eram equipadas com motores 1.8 16v da Meriva. A preparação, que incluia comando de válvulas do antigo Corsa GSi e coletores de escape de 4x1, resultava numa potência de 155 cv, suficientes para brigar pela vitória na categoria IV (carros de turismo com motor limitado a 2000cc).

Os pilotos escolhidos para a disputa foram:

Carro nº 51: Ricardo Dilser, Eduardo Bernasconi, Alvino Pereira Jr. e José Ricardo Fiaminghi
Carro n° 52: Eduardo Pissinger, Gabriel Marazzi, Sérgio Quintanilha e Douglas Mendonça
Carro nº50: Douglas Mendonça, Reinaldo Gasko, Carlos Cunha e Gerson Borini

As Montanas utilizaram álcool na primeira parte da prova, sendo que no primeiro reabastecimento, passou a ser utilizada gasolina. Na parte final da disputa, os carros foram alimentados com os dois combustíveis simultaneamente.

Na disputa, a Montana nº 51, que liderou cerca de 250 voltas na categoria IV, teve problemas elétricos, fazendo com que o desempenho final fosse prejudicado. Alcançou a 14º posição na geral e a 2ª colocação na categoria, quando a vitória era praticamente certa. A Montana nº 52 terminou em 16º lugar na geral e em 3º na categoria. O único modelo que teve maiores problemas foi o nº 50, que abandonou a disputa no final da madrugada com falhas no motor e terminou na 50ª posição na classificação geral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário