"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Arrancada em Alagoas


Em meados de 2003, com a febre do Tuning (era a época do filme Velozes e Furiosos e sua continuação), o mercado de preparação estava a pleno vapor, o que impulsionou a realização de provas de arrancada e exposições de carros modificados pelo Brasil inteiro. Foi a época em que a Arrancada começou a deixar de ser vista como racha, passando a ser considerada uma categoria do esporte a motor (como realmente merece, é só ver como a arrancada é tratada nos EUA). Sem dúvidas, foi uma época muito boa para o automobilismo como um todo. Em Alagoas, houveram algumas tentativas de popularizar o esporte, com o I Arrancadão de Alagoas, realizado em outubro de 2003, no Aeroclube de Maceió. Os 52 carros participantes dos Estados da Bahia, Pernambuco, Paraíba, Sergipe e claro, do próprio Estado sede, disputaram a prova na distância cronometrada de 402 metros (1/4 de milha), numa pista com 22 metros de largura e 860 metros de extensão total.

Os melhores colocados naquela prova foram:

Cat. 1000 cc:
Audifax Júnior/Fiat Uno (PE)
Adalvaro  Tavares/Fiat Uno (PE)
Flávia Dantas/Corsa Sedan (AL)

Cat. Street Traseiro:
Cláudio Tenório Neto/Chevrolet Omega (AL)
Luciano Lopes/VW Fusca 73 (AL)
Marco  Lins/Buggy 70 (AL)
Sérgio Silva/Chevrolet Opala (AL)

Cat. Street Dianteiro:
Fábio Brito/VW Gol (AL)
Adriano Magrão/VW Saveiro (PE)
Tinho do Churrasco/VW Passat (SE)
Salsicha/VW Passat (PE)

Cat. Original Injetado:
Felipe Villas Boas/Alfa Romeo (AL)
José Marcelo Filho/Fiat Brava (AL)
Ivan Souza/VW Saveiro (PE)
Walmir Santos/Ford Focus (AL)
Jailton Silva/VW Gol (AL)

Cat. Original Carburado:
João José da Silva Júnior/VW Gol (SE)
Luiz Carlos/VW Gol (AL)
Homero de Oliveira/VW Gol (SE)
Allan/VW Passat (PE)

Cat. Turbo Original:
Gildo Nascimento/VW Gol (PE)
Carlos Alberto/VW Gol  GTS (AL)
Trator/VW Gol (PE)
Risaldo de Menezes/VW Voyage (PE)

Cat. Turbo Super:
Gildo Nascimento/VW Gol (PE)
Risaldo de Menezes/VW Voyage (PE)
Trator/VW Gol (PE)
Carlos Alberto/VW Gol GTS (AL)

Cat. Semilivre:
Walter dos Santos/Puma GTB (PB)

Em janeiro de 2004 foi realizado o II Arrancadão, que contou com a participação de pilotos de todo o Nordeste, exceto do Maranhão e Piauí. Ao todo, foram inscritos 96 pilotos, divididos em 9 categorias. A classificação final e tempos dos dois melhores colocados em cada categoria foram:

Original 1000cc:
Eloi Pessoa Júnior (Panificadora Mandacaru/Recife/Fiat Uno): 19s541
Túlio Araújo (Zion  Lan House/Maceió/Ford Fiesta): 19s592

Original Injetado:
Daniel Coelho (Ford Escort): 17s323
Eduardo Jucá Júnior (Antônio Nunes/Piranhas/Maceió/Chevrolet Kadet): 17s395

Original Carburado:
Fernando Marinho  (Letoy/Maceió/VW Gol): 16s577
Augusto Lima  (Posto Chefia e Filhos/Aracaju/VW Gol): 17s051

Street Dianteiro: 
Hélio Veloso (VW Gol): 16s190
Adson de Oliveira (Oficina Boca do  Óleo/Aracaju/VW Voyage): 16s393

Street Traseiro:
Emerson Pereira (Autobahn/Maceió/Ford Mustang): 16s525
Sérgio Oliveira (Cycosa Tratores/New Holland/Case Fitallis/Trelleborg/Maceió/Opala  6cc): 17s695

Turbo Original: 
Hellen Santos (Zion Lan House/Aracaju/VW Passat): 14s595
Luiz Calheiros (Maceió/VW Gol), 14s956

Turbo Super:
Galba Accioly Filho  (Taiyo/Maceió/VW Gol): 14s010
Décio Kotovickz  (Maceió/VW Gol): 14s319

Semilivre:
Hamilton Santos (Zion Lan House/Aracaju/VW Gol): 14s407
Cornélio Avelino Júnior (Pro Alto/Boca do Óleo//Galvam Veículos/Aracaju/VW Passat): 14s530

Força Livre:
Rodrigo Injekta (Taiyo/Maceió/VW Gol): 13s785
Jorge Gitirana (Puma): 14s298.

Ainda em 2004, uma terceira prova foi realizada no mês de maio, mas infelizmente não obtive registros dela. Em março de 2005, foi noticiada a realização de 3 etapas no decorrer do ano, porém, não foram realizadas.

Entre os anos de 2004 e 2009, a arrancada em Pernambuco viveu seu auge, com muitos pilotos inscritos, de vários estados, inclusive Alagoanos (que chegaram a vencer várias provas). Entre os Alagoanos: Galba Souza, Cláudio Tenório, Leto Costa, Eduardo Jucá Jr. e Luciano Oliveira. É de se destacar ainda a performance de Luciano Oliveira, que em julho de 2007 foi nota no jornal de maior circulação do estado, a Gazeta de Alagoas:

"Contrariando essa máxima, o mecânico e piloto de provas de Arrancada, Luciano de Oliveira, 34 anos, alagoano de União dos Palmares, vem conseguindo um feito heróico, pois, quase sem patrocínio algum, mantêm-se líder do campeonato sergipano, na categoria Força Livre Tração Traseira." 

Ainda que a história alagoana no automobilismo não seja vasta, sempre existiram aqueles que amam o esporte por aqui. Apesar de todas as dificuldades, sempre que há oportunidade, vemos algum representante do Estado em provas pelo Nordeste. Ficamos na torcida de que um dia essa realidade mude, e que, assim como em outras praças que não tinham muita tradição no esporte e hoje contam com campeonatos regulares, Alagoas possa ser também uma sede do automobilismo do Nordeste.

Seguem fotos de carros de arrancada alagoanos:

Fontes: www.gazetadelagoas.com.br
              www.autodynamics.com.br
              www.dragsterbrasil.com
              http://arrancadaal.blogspot.com.br/p/arrancada-aeroclube-maceio-2003.html


Prova de 2003













Essa Courier da 1ª geração pertencia ao dono de uma oficina especializada em para-choque tuning e pintura. Sempre que passava na porta, ficava dando um "corujada" nos carros que estavam lá.


Saveiro com patrocínio da San Marino, antiga loja de pneus e acessórios.

Esse Fusca do piloto Luciano Oliveira passou por uma forte evolução, tanto que chegou a vencer provas em Sergipe e Pernambuco.

O Fusca de Luciano Oliveira, que posteriormente chegou a receber motor AP e correu aliviado na Força Livre.

Esse Passat TS 1979 ficava em uma oficina na antiga Av. Jatiúca. Sempre que passava lá, dava uma olhada nele

Gol CL 1.8 1994



Kaho Fire 4 Tires, loja de equipamentos tuning de Maceió, que funcionou até meados de 2011

Esse Lancer GLX 1997 foi um dos primeiros carros de Alagoas a utilizar injeção de óxido nitroso




Carros de Alagoas na arrancada do Autódromo de Caruaru e algumas das vitórias obtidas:

Gol GL 1.8 1993/1994

Galba Souza em 2004

Galba Souza disputando festival de arrancada em João Pessoa, 2004

Gol LS 1986 de Leto Costa, em 2004: Esse carro tem o pedigree da arrancada



Opala de Carlos Eirado em 2005: Na estréia na 3ª etapa, ficou em segundo lugar na categoria SSTT (Street Super Tração Traseira) com o tempo de 11,702s.





Passat Village LS 1983 de Denis Dias

Gol de Galba Souza em 2005

Passat Village LS 1985 que Galba utilizou em provas no ano de 2005


O Gol de Galba em estágio mais forte de desenvolvimento

Esse Civic também foi utilizado por Galba em 2005


Gol Turbo em 2005, agora pertencendo a Cláudio Tenório. Venceu a 4ª etapa de 2005 na categoria TBOD (Turbo Dianteiro) com o tempo de 11,195s.

Gol aspirado de Leto Costa: Venceu a 4ª etapa de 2005 na categoria STD (Street Tração Dianteira) com o tempo de 12,549s.

Gol GTS 1994 de Luiz Felipe Calheiros


Saveiro de Galba Souza, que na 2ª etapa de 2006, venceu em duas categorias diferentes (STD e SSTD), com os tempo de 12,031s e 11,922s respectivamente.

E Galba repetiu as vitórias na STD e SSTD na terceira etapa.

Outra foto do Gol LS 1984 de Leto Costa, agora com a pintura amarela


Em 2007, Luciano Oliveira Começou o campeonato ficando em 2º lugar na FLTT (Força Livre), e vencendo a 2ª etapa, com o tempo de 10,718s.

O Fusca teve a carroceria aliviada e o motor Boxe a ar trocado por um AP


GOL GTS de Felipe Calheiros

Mac Rocha e seu Gol CL 1988 "quase original", que venceu a 3ª etapa de 2005 na categoria Standard, com 13,642s.

Opala de Eduardo Jucá em 2006, chegou a ser 2º lugar na categoria Standard na 4ª etapa de 2006



Gol GTI 1992 de Alcyr Jr. Na 1ª etapa de 2007, ele venceu na categoria STTD-B, com o tempo de 11637s.

Gol CL 1.8 1994 do piloto "Catavento". Um quadrado calçado com as tradicionais orbitais e bem conservado

Gol de Galba Souza em 2007. Esse carro chegou a competir na categoria Força livre Tração Dianteira, alcançando o 2º lugar, com o tempo de 11,205s. Na mesma etapa (3ª etapa), ganhou na categoria STTD-A, com o tempo de 10,360.


Gol CL 1993 Turbo de Luiz Felipe Calheiros. Em 2007 chegou a ser 2º lugar na categoria STTD-B, com o tempo de 11,667

Gol Gol CL 1.8 1994 que Alcyr Jr. utilizou em algumas etapas

Opala 1980 de Eduardo Jucá - Campeão da categoria Traseira Original em 2010, vencendo 3 das 4 etapas. O tempo total mais baixo registrado foi 8,718.




O 6 cilindros de Eduardo Jucá, preparado com 3 carburadores

Ferraro Turbo - Tradicional oficina de Maceió


Novo Gol de Cláudio Tenório em 2011, que chegou a vencer na categoria STTD-A, com o tempo de 8,308s.



Fusca turbo de Miguel Orsolete
Gol que já foi pilotado por Leto Costa e Cláudio Tenório, e em 2011 passou para Miguel Orsolete. O golzinho turbo tem história!

Miguel venceu na categoria STTD-B com o tempo de 9,445

Mitsubishi Lancer Evolution IX de Alagoas competindo no ECPA