"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Protótipo Aurora







Um dos mais famosos fora de série brasileiros, o Aurora Alfa Romeo, não conseguiu confirmar o favoritismo em bons resultados na Mil Milhas. Após 3 anos de desenvolvimento e custo faraônico para a época (cerca de 3 milhões de dólares), o Aurora estreou na prova em 1992. Largando na 9ª posição e pilotado por Lineu Linardi e Atila Sippos, abandonou a disputa após poucas voltas e várias paradas para reparos. As participações seguintes também foram mal-sucedidas.

Participações nas Mil Milhas de Interlagos:

1992 - Aurora Chevrolet nº 33 - Lineu Linardi/Atila Sippos - abandonou (Ainda com motor 2.0 Chevrolet)
1994 - Aurora Alfa Romeo nº 12 - Fabio Sotto Mayor/Paulo Gomes - abandonou (Já com o motor do Alfa Romeo 164)
1998 - Aurora Alfa Romeo nº 23 - Silvio Zambello/Bruno Massari/Rodolfo Massari - 11º colocação (299 voltas)
2001 - Aurora Alfa Romeo nº 23 - Silvio Zambello/Marcelo Petriccioni - 57ª colocação (14 voltas)
2002 - Aurora Alfa Romeo nº 23 -Silvio Zambello/Marcelo Petriccioni/Hippolyto Martines - 63ª colocação - (24 voltas)

2 comentários:

  1. Lembro da primeira vez que o Aurora apareceu lá em Interlagos num treino para Mil MIlhas.
    Na época comentei com o meu filho, que com aquele motor do Monza estava mais para carro de rua do que carro Mil MIlhas.
    Seu jeitão de Ferrari F40 teria feito muito sucesso se fosse explorado comercialmente como "fora de série".

    ResponderExcluir
  2. Verdade. Acabou se transformando em um grande mico do nosso automobilismo. Estando na mesma faixa de preço (na época) de BMW 316i e Eclipse, como poderia fazer frente a esses importados?

    Abraços!

    ResponderExcluir