"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Resultado completo Mil Milhas de 1973

DÉCIMA PRIMEIRA EDIÇÃO 1973 (8 de dezembro)

Grid: 64 carros – Duração: 12h53min15s


1º Ford Maverick Div 3 nº 20 Bird Clemente e Nilson Clemente SP – 201 voltas
2º Ford Maverick Div 3 nº 18 Camilo Christófaro e Eduardo Celidônio SP – 197 voltas
3º Chevrolet Opala Div 3 nº 58 José Argentino e Raul Natividade SP – 196 voltas
4º Opala nº 7 Bob Sharp e Jan Balder RJ/SP – 196 voltas
5º VW nº 29 Alfredo Guaraná Menezes e Luigi Giobbi SP – 195 voltas
6º VW nº 47 Bruno D’Almeida e Voltaire Mogg RS – 191 voltas
7º VW nº 19 Toni Rocha e Peter Schultswenk SP/RJ – 190 voltas
8º Ford Maverick nº 22 Dante de Camilo e José Augusto Contijo SP – 189 voltas
9º VW nº 15 Plínio Riva Giosa e Jacinto Tognato SP – 188 voltas
10º VW nº 54 Amandio Ferreira e Sérgio Alhadeff SP – 188 voltas
11º Opala nº 5 Walter “Tucano” Barcchi e Aguinaldo Serra SP – 186 voltas
12º VW nº 62 Keniti Yoshimoto e Hiroshi Yoshimoto SP – 185 voltas
13º VW nº 17 Alex Dias Ribeiro e Ingo Hoffmann DF/SP – 184 voltas
14º VW nº 16 Nélson Giraldes e Maximo Pedrazzi SP – 177 voltas
15º Opala nº 14 Nicola Papaleo e Antonio Versa SP – 173 voltas
16º VW nº 63 Carlos de Carvalho e Vicente Galicchio SP – 172 voltas
17º VW nº 36 Pietro Jaconelli e Vincenzo Jaconelli SP – 171 voltas
18º VW nº 48 Jerônimo Pereira e Francisco Pereira SP – 166 voltas
19º VW nº 11 Júlio Renner e Fernando Esbróglio RS – 154 voltas
20º VW nº 50 Mane Simão e Alberto Serrodio SP – 154 voltas
21º VW nº 30 Maurício Chulam e Sérgio Benoni RS/PR – 153 voltas
22º Opala nº 67 Juan Gimenez e Francisco Guariso SP – 146 voltas
23º VW nº 26 José Balieiro e Edimir Fernandes – 141 voltas
24º Chevette nº 37 Newton Pereira e Ricardo Villares – 139 voltas
25º VW nº 24 Erico Pereira e Luís Osório – 138 voltas
26º VW nº 51 Bruno Rubinatto e Koji (Ponkan Miyamoto) – 138 voltas
27º VW nº 41 Julio Caio Marques e Luís Evandro – 135 voltas
28º Opala nº 46 Luís Landi e Nelson Silva – 128 voltas
29º Dodge nº 38 Nelson Marcílio e Nelson Billot – 126 voltas
30º VW nº 61 Norberto Gresse e Estanislau Franco – 119 voltas
31º Opala nº 42 Leopoldo Abi Eçab e Laércio G. dos Santos – 112 voltas
32º VW nº 60 Amadeo Campos e Oswaldo Melone – 111 voltas
33º VW nº 69 Luís Dassoler e Roberto Ypych Jr. – 103 voltas
34º VW nº 59 Edson Yoshikuma e Miguel Yoshikuma – 97 voltas
35º VW nº 34 Arturo Fernandes e Oswaldo Carajelescow – 83 voltas
36º VW nº 3 Sidney Mosca e Rubens Chiodi – 81 voltas
37º Opala nº 31 José Carlos Catanede e Marcos Pires – 70 voltas
38º VW nº 6 Ney Faustini e Aloysio Andrade Filho - 68 voltas
39º VW nº 33 Paulo S. Caetano e Ricardo Coelho – 66 voltas
40º Opala nº 53 Edson Graczik e Celso Frare – 51 voltas
41º VW nº 68 Pedro Mufatto e Antonio Muffato – 48 voltas
42º Opala nº 57 José Chateaubriand e Edgar Mello Filho – 48 voltas
43º Opala nº 45 Antonio Castro Prado e Antonio Tarlá – 47 voltas
44º VW nº 28 José Melkan e César Fiamenchi – 42 voltas
45º VW nº 52 José Luís Nogueira e Antonio Furneel – 42 voltas
46º VW nº 49 Alfredo de Mattos e Luiz Antônio “Teleco” Veiga – 41 voltas
47º VW nº 65 Ricardo Mansur e Pepa – 38 voltas
48º Corcel nº 44 Gerônimo e Francisco Pereira – 34 voltas
49º VW nº 25 Cláudio Cavallini e Orlando Lovecchio – 25 voltas
50º VW nº 35 João R. Schimot e Ricardo Di Loreto – 20 voltas
51º VW nº 1 Jozil Garcia e Francisco Gondim – 20 voltas
52º Chevette nº 4 Armando Andreoni e Luís C. Giannini – 19 voltas
53º Opala nº 21 Fausto Dabbur e Reinaldo Campello – 18 voltas
54º Opala nº 43 Claudio Dudus e José Serra – 12 voltas
55º VW nº 23 Odair Lopes e Clelio de Souza – 12 voltas
56º Brasília nº 2 Mario Pati Jr. e Mario Ferreira – 11 voltas
57º VW nº 32 Tony Pirillo e Dante Chiaroni – 11 voltas
58º VW nº 70 Othon Echel e Raul Machado – 9 voltas
59º VW nº 27 Ronald Berg e Wilson Sapag Jr. – 6 voltas
60º Opala nº 10 Milton Amaral e Renato Peixoto – 6 voltas
61º VW nº 9 Luís Brazolin e Ricardo Mogames – 6 voltas
62º Opala nº 8 Pedro Victor Delamare e Cacó Quartim Moraes – 4 voltas
63º VW nº 56 Dimas Mello Pimenta e Fausto Wajchemberg – 4 voltas
64º VW nº 40 Eduardo Lopes e Paulo Della Volpe – 1 volta


Obs: Melhor volta – Pedro Victor Delamare e Cacó Quartim Moraes – Chevrolet Opala Nº 8 Div. 3 - 3min26s7 na quarta volta. A dupla também marcou a pole position da corrida, com o tempo de 3min15s55.

7 comentários:

  1. 48º Corcel nº 44 Gerônimo e Francisco Pereira – 34 voltas
    18º Ford Corcel nº 48 Jerônimo Pereira e Francisco Pereira SP – 166 voltas

    dúvidas que me perseguem a anos:
    dois ford corcel, um # 44, e outro # 48?
    um Jeronimo, um Gerônimo, e dois Franciscos Pereira?
    ou apenas um Francisco e um Jerônimo (ou Geônimo)?
    eles classificaram dois carros, ou apenas um?
    na hipótese de ser apenas um Francisco, e um Jerônimo (ou Gerônimo) poderiam eles ter classificado dois carros?

    ResponderExcluir
  2. Cara, essa dúvida eu também tenho e ainda não consegui resolver. Tenho uma foto do Corcel #48, inclusive consta com os nomes dos dois pilotos.

    Se eu coneguir a resposta, posto aqui no blog. Abraço!

    ResponderExcluir
  3. então, se eu souber alguma coisa, lhe informo.
    o problema é que o único cara que eu conheço que participou da prova já não tem mais uma memória muito precisa, hehehe...
    outra dúvida que eu tenho é se algum dos carros listados como vw1600 era o zé-do-caixão do Silvio Montenegro.
    até onde sei, ele não participou da prova, mas costumava alugar o carro.

    ResponderExcluir
  4. olá, dei uma pesquisada na Quatro Rodas de jan/1974, que tem a cobertura da prova e encontrei algumas informações. Quanto aos pilotos Jerônimo e Francisco Pereira, o carro que terminou em 18º era um Volks 1600 e não um Corcel (já corrigi na tabela), pois o Ford terminou em 48º.

    Acredito que ambos os carros estavam inscritos, mas como o corcel abandonou a prova cedo (34 voltas), eles devem ter continuado com o Volks.

    Quanto ao Zé-do-caixão do silvio montenegro, posso ter afirmar com 70% de certeza que ele não correu essa MM, por pelo menos 3 motivos:

    Em 1973, este carro já não vinha sendo usado com frequencia;

    O motor do zé-do-caixão era um 2.0 L, e todos os Volks que correram eram 1.6, sob o regularmento da Divisão 3

    Na lista de inscritos para a Mil Milhas de 1970, ele consta como Volks 2000

    é isso, espero ter ajudado de alguma forma. abraços!

    ResponderExcluir
  5. opa, essa informação sobre o zé-do-caixão é totalmente nova para mim.
    estou tentando "reconstruir" todo o grid das MM73 em escala 1/32 , mas há uma grande dificuldade em conseguir fotos da prova.

    nos falamos.

    abç.

    tito

    ResponderExcluir
  6. mas, meu amigo, a foto que temos é do corcel #48 (verde, branco e vermelho)!

    ResponderExcluir
  7. rsrsrsrs, pois é, mas tem lá que eles pilotaram um Volks também! talvez tenham esquecido de colocoar o nome de algum piloto que formou trio com eles, não se sabe.

    Quanto as fotos da prova, posso te ajudar. Se quiser, me mande um e-mail (rsarmento3@gmail.com) e lhe enviarei algumas fotos da Mil Milhas de 1973 que encontrei garimpando em revistas, blogs e sites.

    Abraços

    ResponderExcluir