"Um espaço reservado para falar das lembranças, histórias e episódios dos mais de 60 anos de Mil Milhas Brasileiras. E de outras coisas mais!"

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Corvette Dimas de Mello Pimenta



Hoje falarei um pouco sobre um carro que foi tradicional participante das Mil Milhas da década de 90. Trata-se do Corvette ZR1 V8 6.0 de Dimas de Melo Pimenta Filho. A primeira vez que o carro foi inscrito numa Mil Milhas foi no ano de 1994. Infelizmente não possuo registros de posição de largada e chegada dele nessa prova.

No ano seguinte, Dimas inscreveu o carro na prova novamente, tendo como parceiros de pilotagem os filhos Rodrigo Pimenta (Vice-campeão da Copa Montana em 2012) e Dimas de Melo Pimenta III (Campeão da extinta DTM Pick-Up Divisão B em 2002). O trio conquistou a sétima posição no grid de largada com o tempo de 1min51s750. A prova para o Corvette nº 6 foi curta: após oito voltas, Dimas Pimenta (pai) encostou o carro na subida da junção com problemas de câmbio.

Em 1996, a família Pimenta teve uma missão mais difícil na prova. Após largar em último, o Corvette vinha escalando posições num ritmo muito forte, tanto que em menos de 10 voltas de corrida, já estava na segunda posição, atrás do Porsche 911 que venceria a prova. Infelizmente, a corrida para o Chevy acabou com 51 voltas completadas, por conta de problemas mecânicos. Neste ano, estreou a pintura branca com o patrocínio da Rodbel, empresa que pertence a Dimas Pimenta Filho.

O ano era 1997 e pela primeira vez as Mil Milhas eram disputadas fora do Autódromo de Interlagos. Por iniciativa do tricampeão Nelson Piquet, a prova seria disputada no autódromo que leva seu nome, em Brasília. Isso se deu pelos problemas enfrentados nos dois anos anteriores, com a não liberação da pista de Interlagos para a realização da prova no mês de Janeiro (por conta das tradicionais reformas realizadas antes do GP Brasil de F1, que na época era realizado no mês de março), e pela inviabilidade comprovada de realizar as Mil Milhas no mês de Abril, após a passagem da F1 pelo autódromo. Na prova, o Corvette nº 6 teve uma quebra na transmissão, após 27 voltas completadas. A pilotagem ficou por conta do mesmo trio dos anos anteriores.

A partir de 1998, o Corvette da família Pimenta não mais largou em uma Mil Milhas, apesar de ter sido visto algumas vezes em treinos livres, como em dezembro de 2001, onde participou de treinos cerca de um mês antes da 30ª edição da prova. Infelizmente o carro não disputou a prova de 2002.

Em 2003, o carro reaparece na prova de kilômetro lançado realizada na pista do Centro de Tecnologia Aeroespacial, localizado em São José dos Campos  - SP. Durante a prova, um grande susto para a equipe Dimep: A quase 300 km/h, a pressão aerodinâmica fez com que a frente do carro se desintegrasse, quebrando o pára-brisas, mas Dimas Pimenta manteve o controle do carro, mesmo com o mínimo de visão possível da frente. Quando o carro retornou para o pátio, os mecânicos removeram os restos da frente do carro, o pára-brisa quebrado e a vigia traseira, para que o Corvette continuasse na disputa, correndo como "um verdadeiro roadster". Mas antes de entrar na pista novamente, o piloto solicitou que os presentes se afastassem da pista nas marcas de 1000, 1400 e 2000, pois sem a frente o carro ficou muito instável. Felizmente, nada de mais grave aconteceu e o Corvette da Dimep (agora com pintura amarela e com o logotipo da Dimep) terminou a prova na 5ª posição, com a média (duas passagens) de velocidade de 264,2 km/h.

Desde então o Corvette está aposentado, sendo que em imagens recentes de um encontro entre amigos realizado na fazenda Dimep em setembro do ano passado mostram o carro guardado, sem o motor Chevrolet V8 6.0 com cerca de 700 cavalos, que aparentemente foi utilizado no protótipo Dimep GT R1.

Fontes: Revista Auto Power nº 24 - Junho de 2003
             Revista Grid nº 22 - Maio de 1995
             Blog: //paperslotcar.blogspot.com.br (fotos recentes do carro)


video

Largada da prova de 1995, na disputa com o AS-Vectra de Djalma Fogaça

No grid de largada em 1995


Estréia da pintura branca e frente modificada, em 1996

Em exposição no ano de 2003

Prova de kilômetro lançado


Guardado na garagem da fazenda, ao lado do Escort XR3 V8 de arrancada

Rodrigo Pimenta em prova da Copa Montana em 2012

Dimas Pimenta III em prova da extinta DTM Pick-up em 2003, após ser campeão da categoria B em 2002

Nenhum comentário:

Postar um comentário